Implementações, Estrutura e Avaliação Institucional de Economias Criativas e os Modelos de Autogestão

Implementações, Estrutura e Avaliação Institucional de Economias Criativas e os Modelos de Autogestão

Sobre o curso 12: Para a implementação de arranjos produtivos de economia criativa ou de outros modelos de autogestão é necessário pensar os recursos humanos, a gestão organização e questão relacionadas com a legislação. A forma de recrutar e estruturar a empresa internamente cria a cultura organizacional da instituição, modelos de recursos humanos podem ser do autoritário ao democrático e a forma de gestão dos recursos humanos pode gerar uma sinergia na empresa ou ser um fato de conflitos. Programa: Recursos Humanos; Gestão Democrática; Gestão Meritocrática; Gestão com foco nos Resultados; Gestão com foco em Processos; Gestão Autoritária; Monitoramento das Ações; Correção e Ajustamentos do Planejamento. O Programa de Economia criativa e modelos de autogestão é um programa de extensão que objetiva criar na internet plataformas e redes de economia criativas e de autogestão. Destaca-se a clara a situação de vulnerabilidade em que muitos dos microempreendedores(as) do país se encontram por causa da pandemia da COVID-19. Este curso busca efetivar diretrizes dos ministério da Economia e da Secretaria Especial da Cultura ao promover redes entre os (as) trabalhadores(as) e comunidades em situação de vulnerabilidade ou que busquem aprimorar sua gestão administrativa tornando-as fortes e solidárias, fomentando a autogestão, o uso de plataformas digitais, a economia criativa e a consolidação de iniciativas sustentáveis que proporcionem alternativas concretas de produção. Além disso, o Núcleo promove a formação de professores e da comunidade na criação de modelos de autogestão, indicando o compromisso da Universidade Pública na geração de conhecimento e desenvolvimento sustentável para a sociedade pós-quarentena da COVID-19

Participante


Inscrições encerradas há mais de 1 ano (31/10/2020)